29 de janeiro de 2015

Links que adoçaram meu dia #1

E aê pessoas, como estão?


Imagem via: WallpapersWide

O post de hoje é o primeiro de muitos que eu quero postar aqui ^_^.

É uma lista de 5 links que podem ser de videos, textos, músicas, notícias, enfim, tudo que me adoçar o dia, me feito refletir, que tenha me feito rir, chorar e que tenha vindo da web ;).

Então:



1 -  Você não precisa ser popular pra ser feliz!

Post lindo da sempre linda Bruna Vieira falando sobre popularidade e o quanto isso pode ser negativo na vida de alguém, ela arrasa, apenas.

2 - Por uma vida sem Rótulos

Olha a Bru aqui de novo (toda íntima, rsrsr), um videos sobre rótulos e sobre não ter vergonha de ser você mesma...


3 - Miau...

Que coisa mais linda a história dessa leoa, nem sei como colocar aqui, então, clique aqui  e leia/veja com os próprios olhos:

Aperitivo:


Foto:Daily Mail / Reprodução  Fonte: Terra

4 -  Pra refletir - "Série envia blogueiros de moda para conhecer fábrica têxtil no Camboja - Via.

5 -  Pra refletir ² - Texto mara de uma blogueira super legal e que - pasmem - acabei de conhecer - sobre blogs ostentação e porque esse "nicho" possui tantos seguidores. Clique aqui - e claro que eu conheci esse blog pelo grupo amorzinho RotaRoots. ^_^.

Espero que Gostem!

Um abraço e até o próximo post.

Um abraço.



28 de janeiro de 2015

RotaRoots: Coisas que nunca disse, mas...

Todo mundo em algum momento da vida deixou de dizer algo para alguém, seja para o bem ou para o mal, seja aquele “vai tomar no copo” ou aquele “eu te amo”, ninguém sai ileso de uma palavra não dita.

Se eu pudesse voltar no tempo, em vários momentos em que eu travei a língua,  por medo de gerar confusão ou de me magoar, muitas das minhas inseguranças não existiriam e não ficariam tanto tempo martelando na minha cuca com frases do tipo:

“Por que eu não disse isso!?” -  “Por que eu não fiz aquilo?” Por que, por que, por que???

Ah se arrependimento falasse, ops, matasse! Mas ainda bem que para quase tudo nessa vida há um jeito, as vezes torto, mas ainda assim um jeito, eis me aqui na postagem/blogagem coletiva do grupo amorzinho RotaRoots, para soltar tudo ou quase tudo que eu já quis dizer porém por algum(ns) motivos eu sublimei ¬¬.

Vamos lá:



Oi fulaninha que me enchia o saco na época do colegial, como anda sua vida? Espero que bem, saiba que eu sobrevivi a você, às suas amiguinhas, tão fulaninhas quanto você! Você fazia tanta questão de me maltratar na frente de todos sem eu ter te dado motivo algum além de existir e não rebater suas provocações, apenas ouvi-las quase como se fosse verdade, vou te contar uma coisa, naquela época minha vida fora da escola não era muito boa, não era estruturada e o fato de você me odiar de graça não facilitava meus dias. Eu não fazia parte dos seus círculos de amigos, não era da sua turma, não seguia a mesma moda que você, tão pouco me interessava o que você tinha a dizer,  só sabia que você existia quando você me enchia o saco ou praticava bullying – que  é como chamam seu tipo de atitude hoje em dia – o problema queridinha, é que você nunca se garantia sozinha, sempre chamava as amiguinhas, ‘todas’ cheias de personalidade e pensamentos próprios - só que não - que achavam graça do que você fazia, então, o que eu tenho a dizer com as palavras da pessoa que eu sou hoje é simples:


EU SOBREVIVI A VOCÊ... W A G I A! E A TODO O RESTO TAMBÉM!


E só pra constar, bullying só é engraçado pra quem pratica, e pra quem  nunca sofreu, há brincadeiras e brincadeiras. 

Tentar diminuir alguém por se achar superior a ela(e), não é brincar! Constranger uma pessoa por ela ser quem é, não é brincar! Querer fazer outros rirem a custa do choro de alguém, não é brincar! 

Então, pufavô:


26 de janeiro de 2015

RotaRoots: E se eu fosse uma celebridade?


E aê pessoas, tudo bem?

O post de hoje é parte de um dos temas de janeiro de postagem/blogagem coletiva do grupo amorzinho “RotaRoots”. Clique aqui para conhecer ^_^.

Se você fosse uma celebridade, qual você seria?

Ah Rotaroots, se eu fosse um celebridade eu iria amar ser a Emma Watson ^_^.

Várias questões me fizeram querer ser ela rsrsrs, logo abaixo listei algumas delas:

1 - Ela fica bem com qualquer tipo de cabelo/penteado:


2 - Ela arrasa, apenas:


3 - Ela foi Hermione Granger gente!

Lembro que comecei a ler Harry Potter um tempinho antes dele ser cogitado para ir pro cinema, e ela era/é um dos personagens que eu mais amo e me identifico na saga, só amores por ela, só amores por mim, rsrsrs!





4 - Ela é sexy sem ser vulgar, rsrsrs...

Ela não precisa se esforçar muito para ser linda gente, ela é de uma beleza normal, mas o jeito dela, a forma que ela se porta no mundo faz ela linda de todas as formas, e quem não quer ser linda assim gente?



5 - Ela tem o poder, ela é perigosa.


Ela é a mina gente, além de linda, talentosa, gente como a gente, ela é uma pessoa humana, que faz bom uso da fama para combater questões como injustiça de gêneros.


6 -  Ela sobreviveu à Harry Potter.

Ela nunca será esquecida por seu personagem em Harry Potter, mas vai ser lembrada por outros trabalhos também, e isso é bom, porque poderemos vê-la em muitos outros ótimos trabalhos também. EU OUVI UM AMÈM???





Bom, os motivos para eu querer ser ela eu já dei alguns, agora como eu me sentiria na pele dela?

Antes demais nada, eu não me sentiria diva, rs, sério, eu me sentiria muito agradecida por simplesmente ter o emprego dos sonhos ( partindo do pressuposto que eu sempre quis ser atriz / eu aka Emma Watson), e poder ser o que eu quiser, por não deixar a fama ter subido a cabeça, por ter cursado uma faculdade, por fazer bom uso da minha visibilidade para um bem maior.

Okay, suposições clichês, mas eu pensei nisso na hora de responder a essa pergunta, me julguem!

Porque ela representa quem eu sou?

Ela não representa exatamente quem eu sou, mas possui qualidades que eu admiro muito, ela me parece ser  - apesar de todo o glamour que gira em torno dela - uma pessoa normal, anti-frescura,  e alguém com quem eu adoraria ser amiga de verdade, trocar confidencias do tipo: Pegou o Harry ou não? Rsrsrs, brinks, mas é mais ou menos isso.


Agora voltando à realidade.



Emma estaria desmaiada de tanto rir com esse texto, não por ser engraçado, mas pela minha petulância em querer ser ela, rsrsrs.


OBS¹: Primeiro post com mais de uma imagem, aeeeeeeeeeeeeeeeee!
OBS²: Aprendi usar gifs, só não sei dizer se isso é bom ou ruim, (pois é, eu não sabia como colocar as bagaças dos gifs no post, me julguem²!).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...